Brasil Econômico

Enel
Divulgação
Segundo a Enel, clientes prejudicados estão sendo contatados individualmente

Após cerca de 300 mil clientes da distribuidora de energia elétrica Enel terem seus dados pessoais vazados , o Procon-SP notificou a empresa para que, em até 72 horas, se explique sobre o ocorrido. Os consumidores afetados são de Osasco, na Grande São Paulo os tiveram dados como nome completo, CPF, telefone, número da conta bancária e endereço vazados.

De acordo com o notificado pelo Procon-SP, a empresa deverá, em sua resposta, mostrar quais medidas de segurança adota - ou se sequer adota -, para proteger os dados de seus clientes. Essas medidas são determinadas e previstas como obrigatórias pela LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

A companhia também deverá explicar se houve o treinamento de seus funcionários a respeito da aplicação da LGPD. além de explicar porque não houve a criptografia de dados como CPF e número de telefone celular na coleta e no processo de tratamento.

O Procon-SP requisitou ainda a apresentação dos procedimentos adotados para análise de um incidente com dados pessoais : quais medidas são tomadas para resolver possíveis danos provenientes do vazamento de dados, a declaração de equipe dedicada à resposta a incidentes e o relatório de impacto.

Enel prestará esclarecimentos 

Procurada pelo portal UOL, a Enel afirmou que, desde que foi informada sobre o ocorrido, desabilitou de maneira imediata o acesso ao seu banco de dados . Além disso, a empresa afirma que iniciou um processo de verificação interna. 

Segundo a companhia, os clientes prejudicados estão sendo contatados individualmente por e-mail ou carta.

"A Enel Distribuição São Paulo reforça que segue rigorosos padrões globais de segurança da informação, baseados nas melhores práticas de mercado, e tem trabalhado continuamente para garantir a segurança de seus sistemas. A empresa acrescenta que prestará todos os esclarecimentos ao Procon", disse a empresa em sua nota.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários