Brasil Econômico

rodrigo maia
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, cobrou agilidade em votações e disse que Brasil pode "explodir" em janeiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a lentidão para votar pautas importantes no Congresso Nacional pode fazer o Brasil "explodir" e levar a uma disparada do dólar.

"Quem tem interesse na pauta é o governo. O Brasil vai explodir em janeiro se as matérias não forem votadas. O dólar vai a R$ 7, a taxa de juros de longo prazo vai subir, para um país que, hoje, no final do ano, vai ter 100% da sua riqueza em dívida", afirmou Maia em entrevista à CNN nesta segunda-feira (9).

O presidente da Câmara lamentou que "a esquerda está obstruindo (a pauta) por um motivo, e a base por outro", o que dificulta as votações no Congresso e pode, segundo ele, prejudicar a economia brasileira a partir de 2021.

A oposição busca travar as votações para garantir que a medida provisória do auxílio emergencial seja pautada apenas quando houver acordo para que as parcelas da ampliação, as quatro últimas do programa, sejam de R$ 600, e não R$ 300, como já vem acontecendo após o governo mudar as regras do programa, cortar beneficiários, criar novos empecilhos e reduzir o valor da ajuda aos trabalhadores mais afetados pela crise.

Já o Centrão, por sua vez, que sustenta e forma a base do governo Bolsonaro no Congresso, trava disputa com o grupo mais próximo de Maia pela presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) e ainda o comando da Casa, pensando nas eleições da Câmara e do Senado, em fevereiro de 2021. Sem definições sobre esses pontos, o Centrão também trava a pauta de votações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários