Brasil Econômico

nath finanças nubank roda viva
Reprodução Instagram Nath Finanças
"Só existia eu na bancada?", disse Nath Finanças; "Você cobra de quem apanhou ou de quem bateu?"

Nath Finanças, influenciadora digital de educação financeira para baixa renda, participou da bancada do Roda Viva com  Cristina Junqueira, co-fundadora do Nubank. Após a polêmica fala de Junqueira sobre ser  difícil contratar profissionais negros para o banco, Nath Finanças foi cobrada a se posicionar nas redes sociais. Nesta quarta-feira (21), Nath respondeu.

"Você cobra posicionamento da pessoa que apanhou ou de quem bateu?", disse Nath no Twitter sobre as cobranças dos internautas após a fala da co-fundadora do Nubank. Nos stories do Instagram, a influenciadora disse que sempre se posiciona quando é contratada por empresas, e que sua própria empresa é formada, em maioria, por funcionários negros.

"As pessoas gostam de cobrar posicionamento das pessoas negras. É como cobrar posicionamento da pessoa que apanhou. Eu to sempre cobrando por trás, nos bastidores, me posicionando", disse Nath nos stories.

"Só existia eu na bancada? Claro, só eu de pessoa negra, mas só eu que sabe que existe racismo estrutural? Não, não tinha só eu. Eu fiquei muito triste, foi muito lamentável rever a entrevista. Eu tava tão preocupada em não errar, em fazer uma boa pergunta, que passou despercebido", afirmou.

Nath Finanças também mandou um recado para gerentes e empresários nos stories. "Você, que tem uma posição de líder na sua empresa ou na empresa que trabalha, saia da sua zona de conforto, se posicione. Não só em novembro no dia da Consciência Negra. Assim que tem mudanças na nossa vida e no país. Existem pessoas negras capacitadas sim, as pessoas que não querem contratar a gente".

Cristina Junqueira (Nubank) pediu desculpas pela fala

Na terça-feira, após a repercussão negativa de sua fala no Roda Viva,  Cristina Junqueira pediu desculpas em um vídeo publicado no LinkedIn. 

"Eu estive no Roda Viva (...) Teve um trechinho do que eu falei lá que infelizmente não repercutiu tão bem. E eu queria dizer que falar de diversidade racial não é fácil – não é fácil para ninguém, para a gente no Nubank. A gente tá aqui para aprender, para ouvir. Muito a gente tem feito internamente para ouvir, e externamente, criando esse diálogo. Infelizmente, o que eu falei, eu queria pedir desculpas. Não me expressei da melhor maneira. É super importante a gente ter uma comunicação clara. Queria agradecer toda a repercussão porque todo mundo tem o que aprender, eu tenho", disse Junqueira.

Na segunda-feira, ela afirmou no programa que é difícil encontrar profissionais negros bem qualificados para contratar no Nubank, dizendo que  "não dá para nivelar por baixo", referindo-se à falta de capacitação.

Junqueira afirmou também que o Nubank tem um programa de capacitação gratuito, o "Diversidados", e que "não adianta" contratar pessoas se depois elas não conseguem acompanhar o desenvolvimento no  Nubank.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários