Havan
Reprodução
Imagens mostram a grande quantidade de pessoas que estivem no local, muitas delas sem máscara

A inauguração da  loja da rede Havan em Belém, neste sábado (10), gerou aglomeração de centenas de clientes, muitos deles sem máscaras. Em imagens publicadas por Luciano Hang, dono da varejista, em suas redes sociais, é possível ver uma multidão na frente das vitrines da unidade prestes a abrir.

A unidade inaugurada é a de número 150 da empresa, e o evento teve a presença de Hang , que discursou aos vendedores e funcionários da nova loja antes da abertura.

Em vídeos em sua conta em uma rede social, o empresário aparece abraçado a um grupo de seis funcionários da nova loja, todos sem usar máscaras .

"A turma que é responsável pela nossa limpeza. Quando fazemos uma loja, é geração de emprgo, desde a terraplanagem. [...] Quantos empregos foram criados aqui? Milhares, numa só loja", afirma.

Em outro vídeo, Hang mostra uma aglomeração diante da vitrine fechada da loja prestes a ser aberta com os dizeres "ainda não abrimos e Belém já veio em peso prestigiar".

Hang também postou imagens de um discurso que fez aos vendedores da unidade nova em que é possível ver que há aglomeração de funcionários, muitos deles sem máscaras. O próprio empresário não aparece de máscara nos vídeos, mesmo quando interage com funcionários e clientes.

As aglomerações e a circulação de pessoas sem máscaras são proibidas por facilitarem o contágio do novo coronavírus . O uso de máscaras é obrigatório por lei no Pará desde maio, independentemente do tempo de circulação ou da distância percorrida pelo indivíduo.

A capital do Pará tem 38.533 casos confirmados pelo novo coronavírus e 2.213 óbitos até o momento, de acordo com informações compiladas pelo Brasil.io.

Imagens em que consumidores se aglomeram e se empurram para entrar na loja recém-inaugurada viralizaram nas redes sociais e geraram críticas a Hang e à Havan.

O Globo questionou a Havan sobre as medidas tomadas pela empresa para evitar aglomerações na abertura da unidade e o porquê de a empresa ter permitido funcionários e clientes sem máscara no local, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

    Veja Também

      Mostrar mais