Brasil Econômico

Havan
Reprodução
Imagens mostram a grande quantidade de pessoas que estivem no local, muitas delas sem máscara

Neste sábado (10), depois de as imagens da imensa aglomeração durante a inauguração de uma loja da rede Havan , do empresário Luciano Hang, na cidade de Belém viralizarem por conta da aglomeração que se formou, a Polícia Civil do Pará decidiu fechar o estabelecimento e encaminhou o gerente para prestar esclarecimentos sobre o não cumprimento das regras de Saúde previstos pela OMS.

Segundo informações da corporação, a loja também foi autuada por descumprir decreto estadual que trata sobre as medidas sanitárias de combate à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em nota, a prefeitura de Belém informou que este foi um evento privado e que a responsabilidade de garantir a segurança e a implementação de medidas de sanitárias eram dos administradores.

As imagens foram compartilhadas nas redes sociais pelo próprio Hang , que mostrou diversos funcionários sem máscaras e a grande aglomeração promovida pela abertura, que ocorreu em meio aos festejos do Círio de Nazaré, um dos feriados mais importantes no Pará.

    Veja Também

      Mostrar mais