Sede Petrobras
Alexandre Cassiano/Agência O Globo
Sede da Petrobras

A Petrobras  anunciou nesta sexta-feira que vai aumentar em 4% os preços da gasolina e em 5% os preços do diesel a partir deste sábado em suas refinarias , às vésperas do feriado prolongado de 12 outubro.

O anúncio ocorre no mesmo dia em que o IBGE anunciou que os preços dos combustíveis e dos alimentos foram os que mais pressionaram a inflação medida pelo IPCA em setembro, fechando com alta de 0,64%, maior índice para o mês desde 2003.

Em nota, a Petrobras destacou que suas tarifas , associados às internacionais do petróleo e ao câmbio, "têm influência bastante limitada sobre os preços percebidos pelos consumidores finais".

Em relação ao diesel , a companhia informou que desde janeiro os preços de venda do combustível nas refinarias acumulam uma queda de 24,3%. Já a gasolina vendida pela estatal às distribuidoras acumula uma redução 5,3%.

Para tentar mostrar que não é a vilã do aumento da inflação em setembro, a Petrobras informou ainda que entre os meses de junho e agosto a parcela que detém do preço total de venda da gasolina aos consumidores representou 30%.

Já no diesel a parcela da companhia é de 49% do preço total de venda aos consumidores.

A Petrobras destacou ainda que como os preços dos combustíveis são livres no país, as altas ou reduções de preços feitos pela companhia em suas refinarias podem não refletir necessariamente nos preços finais aos consumidores. "Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, a mudança no preço final dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis", ressaltou a estatal.

    Veja Também

      Mostrar mais