Brasil Econômico

bolsonaro e guedes
Isac Nóbrega/PR
Guedes teve longo encontro com sua equipe após farpas de Bolsonaro; pasta da Economia adota tom calmante durante crise no governo

Na noite passada (16), o  ministro da Economia, Paulo Guedes, chamou sua equipe de secretários e assessores especiais para uma reunião na sede do ministério, em Brasília. O encontro começou às 19h e acabou por volta das 23h10, durando quatro horas.

Na saída do encontro, a secretária do Programa de Parcerias de Investimentos, Martha Seillier, disse que a longa reunião com Guedes foi um "encontro normal de trabalho". A afirmação foi veiculada pelo GloboNews e pelo Valor Econômico. 

A secretária afirmou que Guedes quer retomar as reuniões presenciais, até então feitas por videoconferência, por conta da pandemia. Foi a primeira reunião presencial em meses.

De acordo com a apuração do GloboNews, o objetivo de Guedes com a reunião era alinhar o discurso da equipe econômica. Isso porque ultimamente o secretário especial de Fazenda da pasta,  Waldery Rodrigues, tem dado entrevistas à imprensa revelando detalhes de propostas de Guedes. O último caso foi sobre a ideia de congelamento de aposentadorias por dois anos para bancar o Renda Brasil, novo Bolsa Família.

Bolsonaro reagiu dizendo que quem teve essa ideia merecia "cartão vermelho" e jogou o Renda Brasil fora. Guedes se desviou da indireta e aguardou pedido de demissão de Walderly  na quarta-feira (16).

A agenda oficial de Guedes mostra que participaram do encontro: 

Marcelo Guaranys:  secretário-executivo do Ministério da Economia;
José Tostes:  secretário especial da Receita Federal;
Ricardo Soriano:  procurador-geral da Fazenda Nacional;
Waldery Rodrigues:  secretário especial de Fazenda;
Roberto Fendt:  secretário especial do Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (por videoconferência);
Bruno Bianco:  secretário especial de Previdência e Trabalho;
Carlos Da Costa:  secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade;
Diogo Mac Cord:  secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados;
Caio Paes Andrade:  secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital;
Martha Seillier:  secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos;
Daniella Marques:  chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos;
Marcelo Siqueira:  chefe da Assessoria Especial do ministro.

    Veja Também

      Mostrar mais