Roberto Campos Neto%2C presidente do Banco Central
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central

O presidente do Banco Central ( BC ), Roberto Campos Neto , previu nesta quarta-feira que o Brasil deve ter uma queda de 5% no PIB em 2020 seguida de uma recuperação de 4% em 2021. Ele participou de uma transmissão ao vivo da Bloomberg .

O número para 2020 é um pouco maior do que o previsto pelo Ministério da Economia , de queda de 4,7%, mas menor do que a atual projeção do Banco Central, feita em junho, de uma redução de 6,4%. A projeção atualizada do BC deve ser divulgada no dia 24 de setembro.

Campos Neto citou três dimensões que devem determinar a volta do crescimento da economia mundial, a preocupação com a inclusão e a sustentabilidade ambiental, um movimento intensivo de tecnologia e mudanças no comércio global, com uma produção mais desconcentrada de produtos.

"No nosso caso, é importante ser inclusivo, porque as pessoas pobres no Brasil precisam ser assistidas e precisamos contar para o mundo que nós ligamos e nos preocupamos com o crescimento sustentável", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários