Brasil Econômico

Auxílio Emergencial: Governo quer manter R$ 300 sem passar pelo Congresso
Agência Senado
Auxílio Emergencial: Governo quer manter R$ 300 sem passar pelo Congresso

O Governo Federal pretende adotar uma estratégia que consiste em manter o auxílio de R$ 300 sem passar pelo Congresso Nacional (que poderia tentar aumentar o valor). A informação foi noticiada primeiramente pela Globo News nesta quarta-feira (2).

De acordo com o jornalista Nilson Clava , a estratégia do governo pode ser dividida em duas partes. A primeira consiste em que o governo estaria preocupado com o desgaste que pode ter no Plenário diante da possibilidade que a oposição pode apresentar uma emenda tentando alterar o valor dos R$ 300, então, para evitar isso, o governo pretenderia aproveitar do fato que a Medida Provisória tem validade imediata.

Ou seja, não seria necessária a votação para que o auxílio seja liberado. Além disso, a validade da MP é de 120 dias, então, não precisaria ser votada no Congresso antes das quatro parcelas serem pagas.

A segunda parte da estratégia seria que o governo vem intensificando as conversas com parlamentares. Houve uma reunião na última terça (1) do Presidente Jair Bolsonaro com líderes de diversos partidos para o anúncio dos R$ 300. Já nesta quarta, ocorreu outro café da manhã com Bolsonaro, só que dessa vez, com o ministro da articulação política, Luis Eduardo Ramos e com a bancada do partido Republicanos, do chamado "centrão".

    Veja Também

      Mostrar mais