Doria
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Pacote de programas de incentivo foi apresentado pelo governador nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (26), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) , deu detalhes sobre a criação de um novo pacote para programas de incentivos ao setor cultural e a economia criativa no estado. Com isso, o valor investido em cultura atinge a marca de R$ 177 milhões e poderá gerar até 54 mil novos postos de trabalho na área.

"Trata-se do maior investimento em produção cultural realizado por um estado brasileiro neste ano. São investimentos fundamentais, para que todo o setor, altamente prejudicado pela pandemia, possa gradualmente recuperar sua capacidade de investimento, empreendedorismo e geração de empregos", afirmou Doria.

Ao todo, serão lançados oito novos editais de programas de ações culturais, chamado "ProAC Expresso 2020", na área do áudiovisual e para a atividade artística em outros setores. Segundo o governador, o destaque regional será no chamado "Vale do Futuro", que fica no Vale do Ribeira, litoral sul do estado, e a expectativa é de que sejam criados até 4,8 projetos apoiados ainda em 2020.

"Em São Paulo , o segmento da cultura tem participação em 3,9% do PIB do estado. Isso representa 1,5 milhão de empregos. Nosso objetivo é estimular as atividades culturais, incentivando a geração da renda, o desenvolvimento do setor cultural e também reafirmar o nosso compromisso com a cultura. Aqui, a cultura é importante é significativa, não apenas no fator econômico, mas também no que representa no alcance a todas as camadas da população do estado", concluiu.

Ao detalhar o novo pacote de incentivos, o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo , Sérgio Sá Leitão, ressaltou a importância do setor para o estado e falou sobre o fechamento desde o mês de abril e a manutenção das atividades virtuais.

A expectativa, segundo Leitão, é que o processo de recuperação do setor leve entre 16 e 20 meses, com a volta ao patamar pré-pandemia apenas em 2022: "teremos, ao longo de todo esse processo, uma perda estimada de R$ 68 bilhões no Brasil. Em São Paulo , estimamos a perda em R$ 34,5 bilhões, o que representa -1,7 bilhão do PIB do estado".

Por fim, o secretário listou algumas das medidas que o governo de São Paulo tomou para auxiliar o setor cultural desde o início da pandemia : com o lançamento de linhas de crédito e microcrédito, a criação de plataformas de streaming para o incentivo da cultura online, até a distribuição de cestas básicas para os profissionais de cultura em situação de emergência alimentar.

"É o maior programa de fomento à cultura em âmbito estadual no Brasil e um investimento recorde do ponto de vista de São Paulo. Isso acontece por conta do compromisso do governo com o setor cultural criativo , que já contribui para o desenvolvimento do estado e pode contribuir ainda mais, na forma de geração de renda, emprego, inclusão, oportunidade e desenvolvimento", finalizou.

Perfil dos projetos

Ao todo, sete editais irão contemplar as diversas modalidades artísticas: desenvolvimento de longas; finalização de longas, desenvolvimento de séries; desenvolvimento e produção de games; desenvolvimento e produção de conteúdo em AR/VR; prêmio estímulo à produção de curtas e licenciamento de conteúdos audiovisuais (longas e séries) para exibição online na plataforma #CulturaEmCasa.

Há ainda um edital voltado para manutenção e ampliação de atividades realizadas por grupos, entidades, associações e coletivos culturais no Vale do Ribeira, como parte do Programa Vale do Futuro.

Outras modalidades, como teatro, dança, circo e música também estão com editais abertos para receber projetos. Os projetos devem ser inscritos na plataforma Prosas ( www.prosas.com.br ). Ao menos 50% dos projetos contemplados pelo ProAC Expresso 2020 serão do interior e do litoral e 20% de artistas iniciantes.

No total, são 35 linhas de incentivo via ProAC Expresso, sendo três delas inéditas: projetos culturais em favelas e periferias; corpos artísticos estáveis em favelas e periferias; e projetos culturais de empresas e profissionais do Vale do Ribeira.

*Com informações da assessoria de comunicação do Governo de São Paulo

    Veja Também

      Mostrar mais