Eletrobras
Marcelo Casal Jr./Agência Brasil
Eletrobras ode ser privatizada em nova estratégia

A estratégia do governo para tentar aprovar a privatização da Eletrobras , a maior elétrica da América Latina, mudou. Agora, a equipe econômica negocia iniciar a tramitação pelo Senado, e não pela Câmara dos Deputados. Além disso, o ministro da Economia, Paulo Guedes , quer incluir a proposta no megapacote Pró-Brasil , que teria anúncio nesta terça-feira (25), mas foi adiado. 

A nova estratégia deve ser anunciada ainda esta semana e, de acordo com cálculos da equipe econômica, o governo pode arrecadar pelo menos R$16 bilhões com a operação. O novo projeto deve ser apresentado por algum parlamentar no Senado , já que o texto original do governo está na Câmara

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) seria o relator no Senado. Nesta segunda-feira (24), ele, Paulo Guedes e o ministro de Minas e Energia, BentoAlbuquerque , tiveram uma conversa.

O projeto de lei inicial sobre a privatização da Eletrobrás foi enviado pelo governo ao Congresso  em novembro do ano passado. Até agora, o texto ainda não teve debates iniciados nem relator definido na Câmara.

A maior resistência do Congresso, porém, é no Senado - e esse seria um dos grande motivos para a mudança de proposta. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), já chegou a dizer que o texto deveria passar por mudanças para ser aprovado pelos senadores.

    Veja Também

      Mostrar mais