Brasil Econômico

inss
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
INSS anunciou que o atendimento presencial nas agências pode ser retomado no dia 14 de setembro

Nesta sexta-feira (21), o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) anunciou que o atendimento presencial nas agências pode ser retomado no dia 14 de setembro. A reabertura das  agências do INSS deveria acontecer na próxima segunda-feira (24), mas foi adiada. Esta é a sétima vez que o INSS adia a reabertura das agências por conta da pandemia de Covid-19.

O atendimento segue a distância pelo telefone (Central 135) ou pelo  portal Meu INSS e aplicativo para celular até o dia 11 de setembro. Agora, a reabertura das unidades do INSS é esperada para o dia 14.

O INSS  diz que a decisão foi tomada de forma conjunta com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia. A reabertura deve ser de forma gradual e não haverá 100% da capacidade para atendimento presencial, como antes da pandemia.

"A reabertura gradual e segura irá considerar as especificidades de cada uma das agências da Previdência Social no país. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva", afirma nota do INSS.

O INSS também está atendendo por sistema drive-thru , em que beneficiários podem colocar cópias de documentos em urnas na frente das agências.

Beneficiários que precisam fazer  perícias médicas para atestar doença ao INSS terão de esperar, porque o serviço apresenta risco de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Quem já tiver o atestado médico pode o adiantar benefícios enviando o documento pelo  site Meu INSS  ou pelo aplicativo.

O beneficiário receberá um salário mínimo (R$ 1.045) neste ano, por três meses ou enquanto não passar por perícia . Depois da reabertura do INSS, o segurado doente será avaliado pelo perito médico e terá direito de receber as diferenças, caso o benefício seja maior.

Também a prova de vida do INSS está suspensa para os aposentados e pensionistas, até o dia 30 de setembro. Mas a regra não vale para quem estava com o benefício suspenso em março – neste caso, o beneficiário precisa ir ao banco onde recebe o valor.

Desde a última quinta-feira (20), o  INSS começou as provas de vida por selfie , que devem servir a 500 mil segurados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários