auxílio emergencial
Fenae
Auxílio emergencial ajuda brasileiros a comprarem comida


A maior parte dos beneficiários do auxílio emergencial  o utiliza para comprar comida, revela a Pesquisa Datafolha, divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (13). 

A compra de alimentos foi citada como o destino dos R$600 por 53% dos entrevistados. Os outros principais destinos para o benefício são:

  • Pagamento de contas: 25%
  • Pagamento de despesas da casa: 16%
  • Outras despesas: 4%
  • Compra de remédio/máscara/álcool em gel: 1%

O estudo também revela que 44% dos beneficiários tem o auxílio emergencial como única fonte de renda durante a pandemia de Covid-19 .

A porcentagem de pessoas que utilizam o auxílio para comprar comida é ainda maior em alguns grupos específicos. Entre os nordestinos, 65% utilizam o benefício para tal fim, assim como 61% dos mais pobres e 59% dos menos instruídos.

As pessoas com menor renda familiar mensal e as do centro-oeste e norte foram as que mais solicitaram o segundo pedido de auxílio emergencial .

    Veja Também

      Mostrar mais