auxílio
Agência Senado
Grupo se organizava para fraudar auxílio emergencial

A Polícia Federal, com o apoio de policiais militares da Barra Presente, prendeu um grupo de quatro angolanos acusado de fraudar saques do auxílio emergencial do governo na manhã deste sábado, no Rio de Janeiro.

O crime ocorreu em uma agência da Caixa Econômica Federal no Recreio, Zona Oeste, e os quatro foram presos enquanto trafegavam de carro pela Avenida das Américas, na Barra da Tijuca.

A quadrilha, que já vinha sendo investigada pela inteligência da Delegacia Fazendária da PF no Rio, foi acionada pelo Núcleo de Inteligência da Caixa após eles terem apresentado documentos falsos na agência.

Com eles, além dos documentos falsos, foi apreendido o veículo que ficava escondido na comunidade Parque Pinheiro, no Complexo da Maré. Segundo as investigações, o carro foi comprado com CPF falso para ser utilizado exclusivamente na prática deste crime.

Os presos foram conduzidos à Superintendência Regional da Polícia Federal, na Praça Mauá, onde será lavrado o Auto de Prisão em Flagrante. Os policiais dederais da Delegacia Fazendária, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Caixa, estavam monitorando os fraudadores desde o pagamento da 1ª parcela do auxílio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários