Covid-19
Fabiano Rocha / Agência O Globo
Paciente colhe gota de sangue para aplicação de teste sorológico de Covid-19 em Niterói

A liminar que obrigava os planos de saúde a cobrir o teste sorológico para identificar anticorpos contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) foi derrubada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O exame acusa a presença de anticorpos IgA, igG ou IgM no sangue de pacientes, para identificar se eles foram expostos ao vírus. A decisão de incluir o teste sorológico nos serviços obrigatórios dos planos de saúde partiu do desembargador Federal Leonardo Nunes Coutinho, do Tribunal Regional da Quinta Região.

A Associação e Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps) declarou que entrará com recurso para a reverter a decisão. Segundo a coordenadora executiva da Aduseps, a Agência Nacional de Saúde Suplementar está a serviço das operadoras de saúde, e não do consumidor.

Em nota, a ANS afirma que não considera o exame sorológico para a detecção dos anticorpos importantes, pois as operadoras devem pagar pelo procedimento.


    Veja Também

      Mostrar mais