Mão de homem segurando carteira de trabalho e mostrando a capa
shutterstock
Nível de desocupação no Brasil está em torno de 49%

A pesquisa Pnad Covid (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Covid), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (3), mostra que mais de 1,1 milhão de trabalhadores que estavam afastados de suas atividades voltaram frequentar seus locais de trabalho.

De acordo com o levantamento, no período de 13 de maio a 6 de junho a quantidade de funcionários afastados era de 13,5 milhões. De 7 a 13 de junho, esse número caiu para 12,3 milhões.

Apesar do retorno, a taxa de desemprego na comparação entre os dois períodos passou de 11,8% para 12,4%. Já o número de desempregados cresceu de 11,2 milhões para 11,8 milhões. O crescimento foi de 626 mil pessoas que agora estão em busca de uma vaga de emprego.

Além disso, o total de trabalhadores ocupados diminuiu de 83,7 milhões para 83,4 milhões, o equivalente a 254 mil demissões em uma semana.

Ainda entre os ocupados, 12,5% deles, o equivalente a 8,5 milhões de pessoas, trabalhavam remotamente na semana de 7 a 13 de junho. Na semana anterior essa quantidade era de 8,9 milhões de trabalhadores.

Inativos

A população inativa, que não estava trabalhando nem procurava por trabalho, caiu de 75 milhões na primeira semana de junho para 74,9 milhões na segunda semana.

Dessa parte da população, cerca de 26,7 milhões de pessoas (35,7%) disseram que gostariam de trabalhar. Na semana anterior, esse contingente somava 26,8 milhões de pessoas, o que mostra que as pessoas estão perdendo o medo de sair de casa.

Segundo o IBGE, cerca de 18,2 milhões de inativos não procuraram trabalho por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) ou por não encontrarem uma ocupação na localidade em que moravam.

Entre a primeira semana de maio e junho, cerca de 2 milhões de brasileiros ficaram desempregados . A informalidade, que segura as taxas de ocupação, voltou a ter queda após duas altas consecutivas.

    Veja Também

      Mostrar mais