Acontece, nesta quarta-feira (1), a  greve nacional dos entregadores de aplicativos de delivery.  Os trabalhadores reivindicam melhor remuneração pelas entregas, fim dos bloqueios arbitrários adotados pelos apps e cobram benefícios e proteção, sobretudo em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em coletiva realizada hoje no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) foi questionado sobre as reivindicações destes trabalhadores, e afirmou que acordo é de responsabilidade das empresas e dos colaboradores.

"Não é um fato que exija a intervenção do governo, e sim uma ação conjunta do privado para o privado. As empresas contratantes devem ter consideração, respeito e um entendimento adequado com aqueles que estão fazendo delivery".

“A nossa recomendação é para que os empresários negociem e dialoguem com essas pessoas para encontrar um ponto adequado para que continuem a servir milhões de pessoas aqui no estado de São Paulo”, concluiu o governador.

    Veja Também

      Mostrar mais