Brasil Econômico

carros
Divulgação
Em três meses, 400 leilões falsos foram feitos, segundo empresa

Com a pandemia de Covid-19 e medidas de isolamento social, os leilões de carros se tornaram virtuais. Criminosos se aproveitam do cenário e estão aplicando golpes nos interessados em dar lances.



Segundo a empresa de lelilões Sodré Santoro, houve seis tentativas de clonarem o seu site para dar golpes, resultando em mais de 400 leilões fraudulentos nos últimos meses.

Mesmo com as tentativas de golpe, é possível seguir arrematando carros a um preço baixo, desde que se sigam dicas de segurança.

Cuidados ao entrar em um leilão de carros:

  1. Veja se é possível visitar o pátio onde estão os carros do leilão, pois as quadrilhas usam endereços falsos em suas divulgações;
  2. A legislação de leilões exige que o pagamento seja feito ao leiloeiro, pessoa física, nunca a uma empresa – se esse for o caso do leilão pelo qual você tem interesse, desconfie;
  3. Além disso, verifique na junta comercial se o leiloeiro está de fato registrado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários