O McDonald’s informou, nesta terça-feira (16), que 95% dos seus restaurantes ao redor do mundo estão em operação, após muitos serem obrigados a fecharem as portas por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-cov-2) .

Leia também: 

Vivo terá que pagar R$ 5.000 por sujar nome do cliente; entenda

Liberação do 'FGTS emergencial' começa no fim do mês; saiba consultar seu saldo

Faltou planejamento, dizem bancários da Caixa sobre saques emergenciais

Em documento apresentado à Comissão de Títulos e Câmbio dos EUA (SEC, na sigla em inglês), a rede de fast-food informou que, nos EUA, 99% dos estabelecimentos continuaram operando de alguma forma, mesmo que apenas em delivery e drive-through . Nos mercados internacionais, 90% das lojas já estão em operação, contra 45% no fim de abril.

Segundo a companhia, foram feitos investimentos para ajudar franqueados a superarem a crise, mas as operações em delivery e drive-through também ajudaram, assim como ações de marketing.

“Os passos que estamos dando na reposta à pandemia e para acelerar a recuperação, enquanto continuamos servindo as apreciadas refeições do McDonald’s , vão nos posicionar bem para a próxima fase desta crise”, afirmou o diretor executivo do McDonald’s, Chris Kempczinski .

McDonald's afirma que 95% dos seus restaurantes já estão em operação
shutterstock
McDonald's afirma que 95% dos seus restaurantes já estão em operação

E os números já indicam recuperação. Nos EUA , as vendas despencaram 19% em abril, em comparação com o mesmo período do ano anterior, mas em maio a queda foi de apenas 5%. Nos mercados internacionais, as vendas caíram 67% em abril e, em maio, a retração foi de 41%, na comparação anual.

Mas para além da crise com a paralisação das atividades, a rede precisa olhar para o futuro, que será bem diferente do mundo pré-pandemia . Nos EUA , mais de 1 mil restaurantes já reabriram seus salões, mas com capacidade reduzida para garantir o distanciamento social.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários