Bruno Funchal, atual diretor de programa do Ministério da Economia, e futuro substituto de Mansueto como secretário do Tesouro Nacional
Edu Andrade/Ministério da Economia
Bruno Funchal, atual diretor de programa do Ministério da Economia, e futuro substituto de Mansueto como secretário do Tesouro Nacional

O ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu o nome do novo secretário do Tesouro Nacional, segundo o jornal O GLOBO . Será o economista Bruno Funchal, atual diretor de programa da Secretaria de Fazenda da pasta, segundo fonte próxima ao ministro.

Leia também:

Funchal irá substituir Mansueto Almeida, que  anunciou no domingo  (14) que decidiu deixar o cargo. O economista Bruno Funchal é ex-secretário de Fazenda do Espírito Santo, estado considerado um dos principais exemplos de cuidado com as contas públicas.

Atualmente, Funchal é responsável por acompanhar as relações com governadores e prefeitos no Ministério da Economia. Ele foi um dos articuladores da proposta de socorro a estados e municípios , que irá liberar R$ 60 bilhões para os entes federativos.

Guedes ressaltou a pessoas próximas que irá manter a atual linha de atuação do Tesouro Nacional, que vem sendo construída desde 2015. Mansueto ficará no governo até julho ou agosto, para ajudar na transição.

Mansueto  teria participado da escolha do novo nome. Em entrevista ao GLOBO  neste domingo, ele ressaltou que a institucionalidade do Tesouro Nacional não permite mudanças bruscas na condução da política do órgão. Há comitês da secretaria que são comandados apenas por técnicos e em que os secretário do Tesouro participa apenas como convidado, destacou.

"Toda a equipe do Tesouro se mantém a mesma. Mudando o secretário isso não vai mudar. Isso me deixa muito tranquilo. Do ponto de vista institucional, isso vai ser bom, porque a gente se concentra menos no nome de pessoa e vê a institucionalidade", disse Mansueto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários