Dia dos Namorados traz otimismo para o comércio online (e-commerce)
Reprodução
Dia dos Namorados traz otimismo para o comércio online (e-commerce)

As compras de presentes de Dia dos Namorados devem ter uma grande queda no comércio físico,  como mostram lojistas e pesquisadores de economia, por conta da pandemia de Covid-19 e as medidas de isolamento. Por outro lado, o comércio online está otimista e aguarda um crescimento de 18% em comparação ao ano passado para o Dia dos Namorados.

Leia:
Compras de Dia dos Namorados devem cair 43%, mostra pesquisa
Em dia de reabertura, comércio de rua lota centro de São Paulo

A expectativa é de aumento comparado com o período entre 25 de maio e 12 de junho de 2019. Essa conclusão é da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), que prevê um faturamento de até R$ 296 bilhões para o período de Dia dos Namorados.

De acordo com a Abcomm – que é a maior associação de comércio eletrônico do Brasil e a terceira maior do mundo –, os presentes mais procurados para a data serão perfumes, moda, cosméticos, informática, eletrônicos, cestas e flores.

Há também uma expectativa de que sejam feitos cerca de 9,76 milhões de pedidos com tíquete médio de R$ 303. A Abcomm afirma que o movimento deve ser maior que o do Dia das Mães.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários