A Confederação Nacional da Indústria ( CNI ) informou, nesta terça-feira (9), que a redução da demanda de consumo, causada pelo isolamento social, afetou o faturamento das empresas, as horas trabalhadas na produção e a utilização da capacidade instalada da indústria “de forma sem precedentes”.

Leia também: 

Bolsa Família: Governo revoga portaria que transferia verba para Comunicação

Bancos ficam fechados em todo o Brasil nesta quinta, feriado de Corpus Christi

Você viu?

Empresários fornecedores do governo poderão parcelar multas em 12 meses

De acordo com a pesquisa Indicadores Industriais do mês de abril, todos esses índices tiveram queda recorde e registram os menores níveis de toda a série histórica, iniciada em 2010. O emprego industrial foi o menor desde 2004. Em março, os três índices já haviam registrado queda.

CNI registra resultado mais fraco da década
Yasuyoshi Chiba / Agência O Globo
CNI registra resultado mais fraco da década

A indústria relata perdas de 23,3% do faturamento, queda de 19,4% nas horas trabalhadas na produção e redução de 2,3% no número de empregados em abril, em relação a março deste ano. A utilização da capacidade instalada caiu 6,6 ponto percentual em abril se comparado a março e 8,2 ponto percentual em relação à abril de 2019.

Para a CNI , abril foi o pico da crise, pois foram adotadas medidas de isolamento social na maioria das grandes cidades durante todo o mês. A expectativa da entidade é que a economia comece a retomada ainda neste mês, mas, já na pesquisa de maio, é possível que o cenário industrial apresente leve melhora, com a redução das restrições no fim do mês em algumas localidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários