O presidente do Banco do Nordeste ( BNB ), Alexandre Cabral , que tomou posse em Fortaleza na última terça (2), será exonerado do cargo. A informação foi noticiada primeiramente pela jornalista Cristiana Lobo nesta quarta-feira (3).

Menos de um quarto das ocupações no Brasil tem potencial de adotar home office

De acordo com a jornalista, um importante auxiliar do presidente teria dito que Cabral "está cheio de problemas". O presidente é alvo de investigação do Tribunal de Contas da União ( TCU ) por suspeita de irregularidades enquanto foi presidente da Casa da Moeda em 2018, segundo o que informa o jornal "O Estado de S. Paulo" desta quarta.

O agora ex-presidente do BNB, Alexandre Cabral
Reprodução/ Casa do Moeda
O agora ex-presidente do BNB, Alexandre Cabral


Quem indicou Cabral foi o ministro da Economia, Paulo Guedes , para tentar evitar uma indicação do Partido Liberal ( PL ) de Valdemar da Costa Neto .

Taxa Selic deve cair ainda mais e se aproximar de 2%, indica diretor do BC

De acordo com o ministro da Articulação Política, general Luiz Eduardo Ramos , o nome não foi indicação política. "A imprensa fala que é indicação do Centro Democrático – eu não mais falo em Centrão, que é muito pejorativo – e isso nos traz problemas, mas não foi", afirmou.

    Veja Também

      Mostrar mais