Brasil Econômico

Paulo Guedes
World Economic Forum/Ciaran McCrickard
Depois de fala em reunião ministerial, Paulo Guedes firma compromisso com microempresas

Durante o webinar do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o ministro da economia, Paulo Guedes, afirmou que o crédito não está chegando às micro, pequenas e médias empresas, além de se comprometer em atuar em novas medidas na próxima semana.

"O crédito ainda não está chegando na ponta. Falta capital de giro, a demanda é muito maior que a oferta", reconheceu Guedes sobre o novo mercado de gás. "O desempenho não é satisfatório. Vamos jogar uma nova rodada de programas de crédito", disse ele.

A afirmação vai contra fala anterior do ministro. Na semana passada, a divulgação do vídeo da reunião ministerial revelou que o ministro da economia havia dito que seria mais vantajoso, neste momento de crise, salvar grandes empresas – e não pequenas.

Leia em:  'Vamos perder dinheiro salvando empresas pequenininhas', diz Guedes

No webinar, Guedes afirmou que para enfrentar a crise econômica é preciso de reações de toda a população. O ministro da economia citou como exemplo a importância de preservar pagamentos para fornecedores e empregados domésticos, mesmo que haja dificuldades.

Segundo Guedes, a medida provisória que reduz salário e jornada de trabalhadores durante a pandemia manteve 8,5 milhões de empregos formais, com perda de 1 milhão de empregos – menor que nos Estados Unidos, por exemplo.

Veja:   População empregada tem queda recorde e desemprego atinge 12% em abril

    Veja Também

      Mostrar mais