Brasil Econômico

Comércio será monitorado durante plano gradual de reabertura econômica
Veja SP/ Divulgação
Comércio será monitorado durante plano gradual de reabertura econômica

Após diversas tentativas, principalmente na capital, como ampliação do rodízio e antecipação de feriados, o estado de São Paulo segue tentando garantir taxas de isolamento social no patamar esperado para garantir uma reabertura saúdavel e segura . Na última segunda-feira (25), foi registrada uma taxa de 55%, maior valor dos últimos 21 dias .

Nesta quarta-feira (27), ao ser questionado pela jornalista do iG , Eduarda Esteves, sobre como a gestão pretende monitorar o setor privado nesse processo de abertura — já que, quando era proibido o funcionamento das atividades, alguns comércios já desobedeciam as determinações — o prefeito Bruno Covas afirmou que os próprios comerciantes vão ajudar a prefeitura a orientar, principalmente, os pequenos negócios, para que a retomada possa progredir.

"Esse é um dos segredos de fazer os protocolos com as entidades representativas do setor, para que eles também possam ajudar com auto tutela. Para que as associações também possam fiscalizar, credenciar e orientar os seus associados. A participação dessas associações também vai ajudar a prefeitura a fiscalizar. Os maiores interessados em mantermos esse índice em São Paulo, são os comerciantes ", disse o prefeito. "Esse quadro pode apontar tanto para a abertura, mas também para o fechamento", continuou.

De acordo com Patricia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, a melhor forma de fazer esse controle é dialogando com as associações. Segundo ela, mais de 150 entidades estão disponíveis para apoiar nesse controle.

A resposta vem apenas um dia após a confirmação de que São Paulo não terá a medida de lockdown , que aumenta a rigidez das regras de isolamento, implementada no momento. Segundo o próprio governador, o projeto existe, mas ainda não será colocado em prática.

Retomada gradual

No início da coletiva, Doria revelou os detalhes da  retomada econômica com a flexibilização das medidas de isolamento no estado e que será feita de forma consciente, gradual e respeitando demandas específicas de cada região.

"A nova fase do Plano São Paulo não é um relaxamento, mas um ajuste fino de acordo com as necessidades regionais. E temos dados técnicos para garantir essa retomada segura", afirmou o governador.

O modelo terá cinco etapas, nas quais as regiões serão classificadas por cores, de acordo com critérios estabelecidos pela secretaria da saúde e pelo comitê de contingência da Covid-19 . As regiões serão avaliadas a cada 14 dias para que seja avaliada a possibilidade de avançar a uma fase mais flexível ou mais restrita.

    Veja Também

      Mostrar mais