Agência Brasil

homem sentado
Agência Brasil/Fernando Frazão
Produtos alimentícios, segundo o INPC, tiveram inflação de 1,91% e não alimentícios tiveram deflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de compras de famílias com renda até cinco salários mínimos, teve deflação (queda de preços) de 0,23% em abril. É o menor resultado para um mês de abril desde o início do Plano Real, em 1994.

Em março, o INPC havia registrado inflação de 0,18%. De acordo com dados divulgados hoje (8), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o INPC acumula taxas de inflação de 0,31% no ano e de 2,46% em 12 meses.

Leia ainda:  "O que afeta a economia é a pandemia, não o combate", diz Meirelles

O INPC registrou taxas acima do IPCA, que teve deflação de 0,31% em abril e inflações acumuladas de 0,22% no ano e de 2,40% em 12 meses.

Em abril, os produtos alimentícios, segundo o INPC, tiveram inflação de 1,91%. Já os não alimentícios, tiveram deflação de 0,84%.

Veja mais:  Boi invade lotérica em Pernambuco e invade quem sacava auxílio

    Veja Também

      Mostrar mais