Bolsonaro e Paulo Guedes
Reprodução
Guedes disse que vai pedir a Bolsonaro que vete possibilidade de aumento para servidores públicos

O presidente Jair Bolsonaro disse, após pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes ,  em reunião no Supremo Tribunal Federal (STF) que vai vetar a medida aprovada pelo Congresso que libera aumento de salários para servidores públicos.

Leia também: Bolsonaro diz que liberdade vale mais que vida ao pedir serviços flexibilizados

O item faz parte do projeto de  socorro a estados e municípios , em que o governo federal vai repassar R$ 60 bilhões em função da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Participaram do encontro presidentes de associações de fabricantes de veículos, indústria química, farmacêutica, construção, calçados, entre outros.

"45% do PIB brasileiro vieram nos contar que economia brasileira está conseguindo preservar sinais vitais. Eles (ministros) vão simplesmente ouvir", disse Guedes. "Visita de cortesia ao Supremo para eles terem as mesmas informações que nós recebemos", concluiu.

Bolsonaro e Guedes levantaram dados e relataram contatos de empresários apontando um possível início de "colapso" da economia brasileira. O ministro aproveitou para exaltar as medidas já tomadas pelo governo, enquanto o presidente voltou a critica governadores e chegou a dizer que a liberdade vale mais que a vida. Confira destaques da reunião marcada pela defesa à reabertura da economia aqui .

    Veja Também

      Mostrar mais