bolsonaro e pedro guimarães, presidente da caixa
Antonio Cruz/Agência Brasil
Jair Bolsonaro e Pedro Guimarães, presidente da Caixa

A demissão do ministro da Justiça Sergio Moro "é uma posição de governo e o presidente Jair Bolsonaro vai falar sobre isso", respondeu o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ao ser questionado sobre se eventuais turbulências políticas causadas pela decisão poderiam atrapalhar o andamento das medidas de combate aos efeitos econômicos da pandemia. O presidente da Caixa participa de "live" do Valor nesta sexta-feira (24).

Leia também: Mercado teme saída de Guedes; ministro cancelou live com Itaú nesta sexta

"Não vejo nenhuma mudança na direção da economia", acrescentou o executivo da Caixa .

Guimarães disse ainda que "o ministro [da Economia] Paulo Guedes tem plano muito claro. Esse é momento de enfrentamento da crise da saúde e redução de problemas de uma potencial crise da economia. Esse é o foco do ministro."

O presidente da Caixa buscou reforçar um eventual alinhamento da equipe econômica e o governo, após especulações sobre supostos desentendimentos sobre como vai ocorrer o resgate da economia após a pandemia. "Após arrefecimento dos impactos na saúde, virão medidas mais na linha do que ministro sempre defendeu", afirmou.

    Veja Também

      Mostrar mais