A Caixa Econômica Federal já recebeu 15,1 milhões de cadastros de trabalhadores informais interessados no auxílio emergencial de R$ 600. O valor será pago por três meses como forma de mitigar os efeitos da crise do novo coronavírus (Sars-Cov-2) .

S&P rebaixa rating da Argentina para 'default seletivo'

Os cadastros precisam ser feitos por trabalhadores sem registro, microempreendedores individuais e autônomos que não estao no chamado Cadastro Único ( CadÚnico ), base de dados que reúne 75 milhões de beneficiarios de programas sociais do governo.

Caixa Econômica Federal
Agencia Brasil
Caixa Econômica Federal


Você viu?

O governo espera que esse grupo chegue a 25 milhões de brasileiros "invisíveis", como vem sendo chamados, por não estarem no CadÚnico . A expectativa do presidente da Caixa é que até 80% desse público esteja cadastrado até o fim desta semana.

Receita libera consulta a lote residual de restituição

O cadastro pode ser feito por duas formas: pelo site ou por meio de aplicativos para Android e iPhone . O registro pode ser feito em um celular ou computador emprestado. Caso o beneficiário não tenha nenhuma forma de acesso à internet, e possível fazer o cadastro indo pessoalmente a uma agência da Caixa , mas essa opção é desaconselhada, por causa das medidas de isolamento social para conter a pandemia.

Ainda de acordo com o balanço da Caixa , houve 70 milhões de acessos ao site oficial para cadastro até as 18h. A página chegou a ficar fora do ar por alguns minutos no início da tarde, mas já voltou a funcionar normalmente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários