Depois de uma parada temporária de nove dias nas fábricas, a Embraer anunciou, nesta segunda-feira (30), a retomada de algumas atividades definidas como essenciais. Entre elas, serviços de apoio e manutenção à operação de clientes e fabricação de aeronaves, sobretudo para atender à demanda de transporte de profissionais de saúde e suprimentos para hospitais.

Governo vai incluir trabalhador doméstico na MP trabalhista

A retomada, segundo a Embraer , se dá “diante da função essencial que o setor de transporte vem exercendo no mundo para o combate à Covid-19 ”.

Funcionários da Embraer
Embraer/Divulgação
Funcionários da Embraer


A empresa também vai manter uma força-tarefa encarregada de desenvolver soluções para apoiar o combate ao coronavírus, como a fabricação de partes e peças para apoiar fabricantes nacionais de respiradores para hospitais.

Cerca de 1.000 funcionários das unidades de São José dos Campos e Eugênio de Melo , que correspondem a cerca de 10% da força de trabalho local , vão voltar aos trabalhos a partir de quarta-feira (1).

A Embraer fechou as unidades no dia 23 de março, mantendo apenas a área administrativa funcionando de forma remota, em home office .

Durante o fechamento temporário das instalações foram feitas adequações e higienizações de refeitórios, áreas comuns e áreas de trabalho, seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde ( OMS ), para permitir a retomada das atividades com distanciamento mínimo entre as pessoas.

Acordo com empresa de gás suspende corte de abastecimento na região de Sorocaba

De acordo com a Embraer , funcionários que atuam nessas atividades essenciais e que puderem exercer suas funções remotamente permanecerão trabalhando de casa.

Profissionais que estão no grupo de risco da doença e que não puderem fazer home office , além daqueles que não atuam nas áreas críticas, vão entrar em férias coletivas de 1º de abril até o dia 9, com retorno previsto para o dia 13 de abril.

    Veja Também

      Mostrar mais