paulo guedes
Reprodução
Paulo Guedes, ministro da Economia, disse que Brasil precisa evitar uma crise de abastecimento

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (27) que o governo precisa cuidar da saúde da população, mas ressaltou que é necessário impedir a desorganização da economia do país. Ele citou as medidas que o governo está tomando para diminuir os efeitos da crise do coronavírus que, segundo dele, devem injetar R$ 700 bilhões na economia brasileira. O ministério publicou o vídeo com a manifestação na internet, porque o ministro está em isolamento na sua casa, no Rio de Janeiro.

Leia também: Governo lança programa para financiar folha de pequenas e médias empresas

"Se não nos lembramos de que temos que continuar resistindo com a nossa produção econômica também, vamos ter aquele fenômeno onde todo mundo está com os recursos, mas as prateleiras estão vazias porque deixamos a organização da economia brasileira entrar em colapso", afirmou  Guedes .

O ministro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro não está diminuindo a gravidade da ameaça à saúde da população brasileira quando defende que só os idosos e pessoas com doenças pré-existentes devem ficar em isolamento social. Segundo Guedes, o presidente quer alertar sobre os efeitos econômicos da crise.

"Ele está nos alertando que precisamos impedir a desorganização da economia brasileira, precisamos impedir uma crise de abastecimento no Brasil", afirmou.

O ministro disse que a crise vem em duas ondas, a primeira de saúde pública e a segunda na economia, e ressaltou que a crise econômica ameaça o emprego da população.

"A segunda vem na esteira de primeira, pode ser uma enorme onda, dependendo de nossa reação, ameaça nossos empregos e uma crise econômica como nunca sofremos antes", afirmou.

O ministro disse que o país tem o desafio de continuar produzindo no futuro. "Sim, vamos cuidar da nossa saúde, mas não podemos esquecer que ali a frente temos o desafio de continuar produzindo, temos que alimentar os nossos doentes, temos que alimentar a população, as crianças", disse.

O ministro está desde segunda-feira em quarentena trabalhando na sua casa, no Rio de Janeiro, por estar no grupo de risco. Segundo a coluna de Ancelmo Gois no GLOBO , porém, Guedes foi visto em uma padaria na quinta-feira.

    Veja Também

      Mostrar mais