Brasil Econômico

O presidente dos Estados Unidos , Donald Trump , declarou em entrevista coletiva na Casa Branca que acredita na volta "bem rápida" ao trabalho em sua nação.

‘Orçamento de guerra’ cria comitê de crise e permite aumentar gastos públicos

" Nós temos que voltar a trabalhar . Iremos conversar sobre datas e com ótimos profissionais para tomarmos as medidas possíveis. Mas este país foi construído em cima de levantar e fazer as coisas. Ouço bem alto os pedidos das pessoas para voltarem a trabalhar, então iremos ver o que vai ocorrer. Teremos novas informações a partir da semana que vem. Mas já afirmo, nós somos os Estados Unidos da América , não queremos ficar sentados e esperando. Inclusive, as pessoas, quando voltarem, irão continuar praticando as medidas de precaução necessárias, lavando as mãos e ficando o máximo de distantes possível", afirmou Trump .

Donald Trump
Joyce N. Boghosian/White House
Donald Trump


"Creio que este retorno ocorrerá bem rapidamente. Estamos tentando segurar as pontas com medidas na nossa economia que terão sérias consequências, mas temos que voltar a trabalhar", completou.

Anteriormente, o presidente norte-americano havia comentado que poderia acontecer um retorno em etapas, privilegiando a volta em áreas com pouca circulação da doença. Por enquanto, Trump disse que o povo deve continuar seguindo as diretrizes das autoridades. "Permaneçam em casa, descansem", disse o mandatário.

Petrobras reduz preço do GLP em 5% nas refinarias

Em relação ao avanço do mercado de ações em Nova York , o presidente afirmou que isso é uma mostra de confiança em seu governo. "Há grande apoio ao pacote na Câmara dos Representantes ", agradecendo à aprovação do pacote trilionário para lidar com a situação.

Trump finalizou a coletiva informando que continuam os testes para medicamentos de combate ao coronavírus . Além disso, o presidente afirmou que a vacina, que também está em pesquisa, deve demorar "mais de um ano".

    Veja Também

      Mostrar mais