Agência Brasil

informalidade
Aaron Favila/Agência Pública
Coleta de dados do IBGE sobre emprego e inflação são afetados por conta do coronavírus

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta quarta-feira (18) que suspendeu a coleta de preços presencial nos locais de compra, referente aos índices de preços do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor (IPCA, IPCA-15, IPCA-E e INPC - dados sobre inflação). Também suspendeu a coleta presencial da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), que mede o emprego, e dos preços e índices do Sistema Nacional de Pesquisas de Custos e Índices da Construção Civil.

Leia também: Governo oficializa suspensão da prova de vida para aposentados e pensionistas

O instituto disse que está seguindo as orientações do Ministério da Saúde relacionadas ao quadro de emergência de saúde pública, causado pelo novo coronavírus , o Covid-19. As medidas preventivas requerem o menor contato possível entre as pessoas para evitar a propagação do vírus.

"O IBGE segue estudando alternativas para a realização da pesquisa, de modo que não envolvam a coleta de preços, presencialmente, nos locais de compra. Toda e qualquer opção ou possibilidade serão, antes, testadas e validadas para assegurar os padrões de qualidade e excelência do corpo técnico do IBGE, tendo em vista a série histórica dos dados", afirmou, em nota, o instituto.

Nesta terça, o IBGE já havia informado que a epidemia no país o levou a adiar para 2021 a realização do Censo Demográfico, que estava previsto para este ano. 

    Veja Também

      Mostrar mais