Consórcio Infraestrutura Brasil foi habilitado e administrará malha rodoviária de 1%2C2 km
Artesp/Reprodução
Consórcio Infraestrutura Brasil foi habilitado e administrará malha rodoviária de 1,2 km

O Consórcio Infraestrutura Brasil foi homologado e passará a administrar uma malha rodoviária de 1.273 quilômetros , que liga São Paulo à divisa de Mato Grosso . A operação deve iniciar ainda no primeiro semestre de 2020, e, dos R$ 14 bilhões de investimentos previstos para ampliação e modernização das rodovias ao longo dos 30 anos do contrato, cerca de R$ 1,5 bilhão serão aportados já nos dois primeiros anos da concessão.

A infraestrutura rodoviária licitada atravessa São Paulo, desde a região de Campinas até o extremo oeste do Estado, na divisa com o Mato Grosso do Sul. Entre as intervenções previstas estão 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (contornos urbanos), criação de faixas adicionais e vias marginais, obras de melhora da fluidez, escoamento da produção regional e implementação de medidas de segurança viária.

Veja também: Governo pede que empresas de turismo remarquem passagens e pacotes em custo 

Serão construídos, ainda, acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias. O projeto estabelece que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas.

Leia mais: Unicamp firma acordo de US$ 1 milhão para promover desenvolvimento sustentável 

A concessão será a primeira do país a contar com a metodologia iRAP (Programa Internacional de Avaliação de Rodovias), que tem como objetivo permitir que vias sejam projetadas para limitar a probabilidade de acidentes, assim como minimizar a gravidade das ocorrências. A metodologia já foi aplicada com sucesso em mais de 1 milhão de quilômetros de rodovias em mais de 80 países.

    Veja Também

      Mostrar mais