coletiva doria coronavírus
Governo do Estado de São Paulo
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou R$ 225 milhões para aquecer a economia do Estado por conta do coronavírus

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira (13) a liberação de R$ 225 milhões em crédito para micro, pequenas e médias empresas. Segundo Doria, a medida é uma antecipação do governo em relação aos possíveis impactos da crise do coronavírus.

Leia também: Em dia de trégua global, Bolsa sobe e dólar volta ao patamar de R$ 4,75

"Estamos agindo de forma diligente pragmárica e fundamentada em fatos. Não temos feito ações de ordem política", afirmou o governador sobre as medidas adotadas pelo estado para mitigar os possíveis efeitos da crise do coronavírus .

O crédito anunciado será oferecido por meio do Desenvolve SP e do Banco do Povo.  João Doria afirmou que novas ações no âmbito econômico serão anunciadas na próxima semana.

O governador afirmou que está confiante na economia de São Paulo e na previsão de que a crise do coronavírus seja superada em 60 dias. Ele também reiterou que a expectativa do PIB de São Paulo se mantém em 3%.

Durante coletiva de imprensa, tanto Doria quanto o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, e o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, disseram que não há previsão de prejuízos decorrentes do coronavírus. "Não estamos fazendo previsões de prejuízos, estamos nos antecimento", explicou Garcia.

Governo federal

O governador anunciou ainda que conversou na manhã desta sexta com o ministro da Saúde Henrique Mandetta . Doria foi informado que o governo federal liberou R$ 92 milhões para ações contra o coronavírus em São Paulo. O estado havia requisitado R$ 250 milhões.

Mandetta participará na tarde de hoje de uma reunião com o governador e o secretário de Saúde José Henrique Germann.

    Veja Também

      Mostrar mais