Brasil Econômico

dolar
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Dólar volta a subir e Bolsa cai nesta quarta (11) após recuperação na véspera

O dólar é negociado em alta nesta quarta-feira (11), voltando a superar os R$ 4,66 depois de registrar maior queda em seis meses na sessão de terça-feira, acompanhando o menor apetite por risco no exterior.

Leia também: Inflação fecha fevereiro em 0,25%, menor patamar em 20 anos

Às 11h30,  o dólar  avançava 0,60%, a R$ 4,6704 na venda. O Ibovespa, principal indicador da Bolsa brasileira, a B3, volta a cair após subida na  véspera, chegando a 89.900 pontos (-2,51%).

Neste pregão, o Banco Central ofertará até 20 mil contratos de swap tradicional com vencimentos em agosto, outubro e dezembro de 2020, buscando controlar a cotação e evitar uma nova escalada da moeda norte-americana.

A semana ainda repercute a segunda-feira catastrófica causada pelo conflito do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia, com queda superior a 12% da Bolsa, Petrobras despencando mais de 30%, no pior resultado de sua história, e o dólar subindo muito, chegando a bater R$ 4,79 durante o dia.

Leia também: Governo reduz de 2,4% para 2,1% previsão de alta do PIB em 2020

Na terça, um sinal de recuperação levou a moeda norte-americana a sofrer sua maior queda diária em seis meses, cedendo 1,69%, e fechando a R$ 4,6457 na venda. A Bolsa também se recuperou e subiu 7,14%, maior alta diária desde 2009. Na máxima, o Ibovespa chegou a bater 92.230 pontos.

    Leia tudo sobre: bovespa

    Veja Também

      Mostrar mais