mercado
Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil
Inflação oficial fechou o mês de fevereiro em 0,25%, o menor patamar em 20 anos

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerrou o mês de fevereiro em 0,25%, segundo dados divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira (11). Este é o menor resultado para mês de fevereiro desde 2000 (quando foi de 0,13%).

Leia também: "Temos de entender por que a economia não cresce após a Previdência", diz Maia

No acumulado deste ano (janeiro e fevereiro), o índice está em 0,46%. Já no acumulado dos últimos 12 meses, a taxa da inflação é de 4,01%.

A desaceleração foi influenciada também pela queda nos preços de alimentos , combustíveis e tarifa de energia elétrica residencial. 

O resultado do grupo de Alimentação e bebidas (0,11%) foi mais uma vez afetado pela queda nos preços das carnes (-3,53%), que já haviam recuado 4,03% em janeiro. As carnes apresentaram o maior impacto individual negativo no índice no mês e contribuíram ainda para a desaceleração da alimentação no domicílio (0,06%). 

Após a alta de 0,55% em janeiro, o grupo Habitação registrou deflação de 0,39%, por conta do item energia elétrica (-1,71%).

Em fevereiro, foi acionada a bandeira tarifária verde, que não implica em cobranças extras sobre as contas de luz . No mês anterior e em dezembro, estava valendo a bandeira amarela, que acrescenta R$ 1,34 a cada 100kWh consumidos. 

O grupo Transportes, por sua vez, teve deflação de 0,23% em fevereiro, após uma alta de 0,32% no mês anterior. Os maiores impactos negativos vieram da gasolina (-0,72%) e das passagens aéreas (-6,85%).

Leia também: Em ofício ao Congresso, Guedes pede reformas para conter crise

INPC varia 0,17% em fevereiro 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor ( INPC ) de fevereiro teve variação de 0,17%, enquanto, em janeiro, havia registrado 0,19%. Assim como o IPCA, esse também é o menor resultado para um mês de fevereiro desde 2000, quando ficou em 0,05%. A variação acumulada no ano foi de 0,36% e, nos últimos 12 meses, apresentou alta de 3,92%, abaixo dos 4,30% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2019, a taxa foi de 0,54%. 

    Veja Também

      Mostrar mais