indústria
Agência Brasil
De acordo com o IBGE, o avanço de janeiro eliminou parte da redução de 2,4% alcançada nos dois últimos meses de 2019

A produção industrial cresceu 0,9 % em janeiro, na comparação com dezembro do ano passado, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada nesta terça-feira pelo IBGE. Em relação ao mesmo mês do ano passado, a retração foi de 0,9 %.

FGTS: 36,6 milhões não fizeram o saque imediato; prazo está acabando

Analistas ouvidos pela Bloomberg esperavam avanço de 0,6% entre dezembro e janeiro e de uma queda de 1% em relação a janeiro de 2019.

Segundo o IBGE, 9 dos 26 ramos pesquisados mostraram quedas ou estabilidade na produção. O resultado expõe a situação delicada da indústria com a lenta recuperação econômica do País.

São Paulo libera R$ 25 milhões para reaver problemas na produção agrícola

No ano passado, o desempenho da indústria brasileira voltou a apresentar retração, após dois anos consecutivos de alta. O setor terminou 2019 com queda de 1,1%, segundo pesquisa industrial do IBGE. Foi o pior ano desde 2016, quando o indicador desabou 6,4%.

O comportamento da indústria é um dos principais termômetros para avaliar o desempenho do PIB. Com o resultado deste mês, a questão é se o PIB conseguirá avançar a um ritmo dentro do esperado até o fim do ano, diante da provável desaceleração global.

Rio pode perder R$ 2,3 bi em arrecadação de royalties, com crise do petróleo

Em todo o país, fábricas já anunciaram a paralisação das linhas de produção por conta da falta de insumos básico para produzir, após a crise do coronavírus afetar as importações.


Diante do cenário negativo, economistas de instituições financeiras têm revisado para baixo as projeções para os indicadores brasileiros nas últimas semanas.

Para este ano, eles projetam um cenário de crescimento da produção industrial na ordem de 2%, segundo pesquisa Focus do Banco Central. Já para o resultado do PIB, a previsão é de uma alta de 1,99%.

    Veja Também

      Mostrar mais