Ciclofaixa da marginal pinheiros será privatizada
Via Trólebus/Reprodução
Ciclofaixa da marginal pinheiros será privatizada

Com o objetivo de trazer uma economia de aproximadamente R$5,4 milhões para a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), a ciclofaixa do rio Pinheiros , na zona sul de São Paulo, passará a ser administrada pela iniciativa privada pelo período de 3 anos , com a possibilidade de renovação por mais 60 meses.

Veja também: Imóveis de luxo de ex-juiz Rocha Mattos vão a leilão em São Paulo

A ciclofaixa, que possui 21,5 km de extensão e está localizada ao lado da linha 9-esmeralda da CPTM, já recebeu, segundo a companhia de trens paulistas, cerca de 4,9 milhões de ciclista s. A responsável pela administração do local será a Farah Service, empresa especializada em revitalização das vias urbanas.

Além da ciclofaixa, a empresa também ficará responsável por serviços como fornecimento de água, saneamento básico, energia elétrica e pela implantação de 40 novos postes. A nova administradora também instalará câmeras ao longo da via para ciclistas e ficará responsável pela manutenção, limpeza, sinalização e jardinagem.

Leia mais: Governo venderá imóveis da União e prepara leilão com recuperados do tráfico 

Por ser uma doação, não há contrapartida. A gestora utilizará o espaço para adquirir maior visibilidade institucional.

    Veja Também

      Mostrar mais