Brasil Econômico

A rejeição à cerveja Corona está em alta por causa do coronavírus. Estudo da empresa 5WPR apontou que 38% dos norte-americanos não comprariam Corona "sob nenhuma circunstância" por causa do surto, e outros 14% disseram que não pediriam uma Corona em público. A pesquisa foi feita nesta semana com 737 bebedores de cerveja nos Estados Unidos, segundo divulgou a CNN. 

Leia também: Coronavírus: Disney fecha parques em Tóquio por duas semanas 

Cerveja Corona
Getty Images
Cerveja Corona




Leia também: Saiba como denunciar preços abusivos de máscaras e álcool em gel

Já outro levantamento recente realizado pela YouGov constatou que a intenção dos consumidores de comprar Corona caiu para o nível mais baixo em dois anos. A pesquisa também mostrou que a pontuação da Corona, em uma métrica que mede a favorabilidade ao produto, caiu significativamente desde o início do ano.

A empresa Constelação, dona da marca Corona, disse que esses relatórios não refletem o desempenho comercial da empresa e que as vendas continuam fortes. 

Leia também: Dólar volta a bater recorde, mas bolsa recupera-se e sobe 

As ações da Constelação caíram 4% na sexta-feira e 8% na quinta-feira, embora todo o mercado de ações tenha caído acentuadamente à medida que cresce o medo sobre a disseminação do coronavírus. O número de casos subiu para 83.577 globalmente na sexta-feira. Quase 3.000 pessoas morreram pelo vírus. Mas, que fique claro, o alastramento do coronavírus não tem nada a ver com o consumo de cerveja Corona .  










    Veja Também

      Mostrar mais