No ano, o volume de cerveja vendido no Brasil cresceu 3,2%, alcançando 80,3 milhões de hectolitros arrow-options
Cristiano Sant'Anna/indicefoto.com
No ano, o volume de cerveja vendido no Brasil cresceu 3,2%, alcançando 80,3 milhões de hectolitros

A Ambev , maior fabricante de cerveja e refrigerantes da América Latina, registrou lucro líquido de R$ 12,188 bilhões em 2019. Número representa uma alta de 7,4% frente aos R$ 11,347 bilhões registrados em 2018.

Procon notifica Heineken sobre garrafas que podem soltar lascas de vidro

O lucro líquido ajustado, que exclui eventos extraordinários do resultado, foi de R$ 12,549 bilhões no ano passo, alta de 8,5% ante 2018.

No 4º trimestre de 2019, o lucro líquido foi de R$ 4,219 bilhões, o que representa um crescimento de 21,8% contra o mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido ajustado somou R$ 4,635 bilhões, alta de 24,4%.

Vendas do Tesouro Direto caem 27,6% em janeiro

A receita líquida consolidada da companhia cresceu 7,9% em 2019, somando R$ 52,6 bilhões, enquanto o volume de vendas registrou alta de 2,7%.

Operação no Brasil


A receita líquida da operação brasileira cresceu 7,1% no ano e somou R$ 28,7 bilhões. O volume de cerveja vendido no Brasil cresceu 3,2%, alcançando 80,3 milhões de hectolitros, enquanto que a receita aumentou 5,6%. Já as vendas de bebidas não alcoólicas aumentaram 11,3% no volume e 16,1% em faturamento.

"No ano, as marcas premium do portfólio (Stella Artois, Budweiser, Corona e Becks) cresceram dois dígitos, desempenho que faz da Ambev a líder absoluta do segmento no país", destacou a empresa.

    Veja Também

      Mostrar mais