O imóvel símbolo do luxo da alta sociedade paulistana poderá ter um novo dono a partir da próxima terça-feira (18). A mansão do ex-dono do Banco Santos , Edemar Cid Ferreira , voltará a ser leiloada e quem comprá-la poderá ficar com a propriedade por menos de 13% de seu valor originalmente avaliado.

Bolsonaro diz que governo só abrirá concursos públicos essenciais

Esta é a quarta vez que o imóvel vai a leilão e, de acordo com a decisão judicial, qualquer valor superior a R$ 10 milhões será aceito. A mansão tinha sido avaliada em R$ 78 milhões.

Mansão avaliada em R$ 78 milhões vai a leilão por R$ 10 milhões arrow-options
Agência Estado
Mansão avaliada em R$ 78 milhões vai a leilão por R$ 10 milhões


A casa de Edemar Cid Ferreira , que está localizada no topo de uma ladeira em uma área nobre no bairro do  Morumbi , demorou anos para ficar pronta. Edemar , sua esposa e os dois filhos haviam se mudado para a propriedade após a falência do Banco Santos ser decretada, em 2004. O empresário, no entanto, teve sua prisão decretada e o imóvel acabou virando um tipo de "bunker" de sua defesa. Em 2011, Ferreira foi obrigado a sair do imóvel.

Aumenta o número de brasileiros que recorrem ao crédito rotativo

Nas duas primeiras tentativas de leilão, não houveram interessados. Em outubro de 2019, a propriedade foi arrematada pela quantia de R$ 9 milhões. Na época, a Justiça havia começado a aceitar lances inferiores ao mínimo de R$ 24 milhões, contudo, as propostas eram consideradas condicionais. Ou seja: após o lance, a Justiça precisaria autorizar para que a compra fosse validada.

Por conta disso, o advogado Pedro Amorim , diretor da companhia D1 Lance Leilões, que é a responsável pelo evento de amanhã, mudou as condições do negócio. De acordo com determinação do juiz da recuperação judicial do Banco Santos , os lances agora serão definitivos contanto que fiquem superiores ao patamar de R$ 10 milhões já que, após o arremate por R$ 9 milhões, uma outra pessoa interessada na propriedade protocolou um lance de R$ 10 milhões.

    Veja Também

      Mostrar mais