Dólar acelera nesta segunda-feira
shutterstock
Dólar acelera nesta segunda-feira


A rápida disseminação do coronavírus e a confirmação de novos casos da doença fora da Ásia impactam o mercado nesta segunda-feira (27). Este cenário faz com que o dólar comercial seja negociado a R$ 4,214, alta de 0,72%. Na Bolsa, o Ibovespa (índice de referência da B3 ), opera com recuo de 2,3%, aos 115.479 pontos.

De acordo com os dados mais recentes do governo chinês, o número de mortes causadas pelo coronavírus chegou a 81. O total de casos confirmados na China aumentou cerca de 30%, para 2.744. Alguns especialistas, entretanto, suspeitam que o número de pessoas infectadas seja maior.

Leia também: Coronavírus faz preço do petróleo cair quase 3%; entenda

"A preocupação é em relação às consequências das medidas do governo chinês para conter a disseminação do coronavírus . As determinações de Pequim envolvem proibições de viagens, fechamento de áreas que são foco do vírus e cancelamento das festividades do Ano Novo Lunar . Tudo isso gera um temor nos investidores de que a economia global pode desacelerar, uma vez que a segunda maior economia do mundo está parada", avalia Pablo Spyer, diretor da Mirae Asset.

Impacto

As preocupações com uma possível perda de ritmo da economia global impacta diretamente as commodities . O preço do barril de petróleo tipo Brent é negociado com queda de 2,82%, valendo US$ 58,98, a menor cotação desde outubro do ano passado. Assim, as ações ordinárias (ON, com direito a voto) e preferenciais (PN, sem direito a voto) da Petrobras recuam, respectivamente, 0,38% e 1,18%.

Você viu?

Leia também: BNDES vende ações da Petrobras e pode ganhar R$23 bi; banco detém 13% da empresa

A maior queda, porém, é da Vale , que recua 3,06%. A empresa tem na China um de seus maiores compradores de minério de ferro. Com receio de que a demanda do país vai diminuir por causa da suspensão de vários serviços em meio à propagação do coronavírus , a brasileira opera em terreno negativo.

Na Ásia , as Bolsas da China seguem fechadas até o dia 03 de fevereiro porque o governo decidiu estender o Ano Novo Lunar, na tentativa de conter o vírus. No Japão , porém, o índice Nikkei recuou 2,03%, maior queda percentual desde 26 de agosto do ano passado.

Queda na Selic

Internamente, os economistas consultados pelo Banco Central (BC) para a elaboração do Boletim Focus projetam que a taxa básica de juros ( Selic ) passará por um novo corte, renovando seu piso histórico. A projeção do Focus é que os juros encerrem 2020 a 4,25% ao ano.

Leia também: Mercado reduz estimativa da inflação e projeta queda da Selic

O Comitê de Política Monetária (COPOM) do BC se reune nos próximos dias 4 e 5 de fevereiro para decidir os novos padrões da Selic .

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) , os economistas mantiveram suas perspectivas de que a economia do Brasil vai avançar 2,31% em 2020.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários