Brasil Econômico

Marcelo Odebrecht
ANTÔNIO MORE/ESTADÃO CONTEÚDO – 20.6.2015
Empresário Marcelo Odebrecht foi demitido da empresa controlada pela sua família pelo próprio pai

A Odebrecht anunciou nesta sexta-feira (20) que o empresáro Marcelo Odebrecht foi demitido sem justa causa e sem direito a indenização.  O ex-presidente da empresa, envolvido nos escândalos da Lava Jato, era contratado CLT da empreiteira com um salário de R$ 115 mil.

Patrão precisa ser 'herói' para fugir de fiscalizações, diz Bolsonaro

Marcelo também perdeu benefícios que envolviam secretária, segurança, advogados, assessoria de imprensa . As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Apesar de afastado de qualquer função executiva desde que foi preso, em 2015, Marcelo continuava na folha de pagamentos da empresa, e desde que teve a progressão de pena para o regimente semiaberto, participava de reuniões com executivos na sede da empresa. 

Segundo o colunista, quem demitiu Marcelo foi seu pai, Emílio Odebrecht , atual presidente da Kieppe Participações, empresa da família que controla a Odebrecht. A demissão do filho foi anunciada três dias após a mudança na presidência da Odebrecht S.A., que está em recuperação judicial com uma dívida de R$ 100 bilhões.  

Às vésperas da assembleia com credores, Odebrecht troca comando da empresa

 Na última terça-feira (17), o então presidente Luciano Guidolin foi substituído por Ruy Sampaio, que estava à frente do conselho de administração. A partir de então, o conselho de administração passou a ser presidido por José Mauro Carneiro da Cunha, que já foi presidente executivo e do conselho da operadora de telefonia Oi.

Briga familiar

As relações entre Marcelo e Emílio Odebrecht já estavam publicamente desgastadas. Nesta semana, o filho criticou a gestão do pai em entrevista e acusou o pai de ser o responsável pela recuperação judicial da empreiteira. 

Marcelo Odebrecht acusa o pai de levar empresa à crise financeira

Fontes próximas à empresa afirmam que Marcelo ameaçou executivos com o objetivo de retomar à presidência da empresa e que uma das funções do novo presidente Ruy Sampaio é "conter" as ambições de Marcelo.  

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários