Tamanho do texto

Site da rede de supermercados vendia o produto produzido por um vendedor terceiro e, segundo a empresa, não representa os valores do Walmart; veja

papai noel cocaina arrow-options
Reprodução
Walmart se desculpou por vender suéter de Papai Noel com cocaína

A comercialização de um suéter natalino de gosto duvidoso gerou problemas a uma rede de supermercados no Canadá. A peça, que representava um Papai Noel com cocaína, ficou conhecida após passar a ser vendida no site do Walmart, que se desculpou após a repercussão e retirou o produto do catálogo. Além desse, outros itens foram retirados da lista.

Leia também: Motel fazenda? Projeto de lei quer proibir motéis em áreas urbanas

"Esses suéteres, vendidos por um vendedor de terceiros no Walmart.ca, não representam os valores do Walmart e não têm lugar no nosso site. Removemos esses produtos do nosso mercado. Pedimos desculpas por qualquer ofensa não intencional que isso possa ter causado", disse um porta-voz da empresa ao  Global News Canada .

O suéter que gerou a repercussão negativa e a retirada de produtos do site do Walmart mostrava um Papai Noel  sentado no sofá com três linhas de substância branca em uma mesa à sua frente. No suéter havia ainda a frase em inglês "let it snow", ou seja, "deixe nevar", em alusão à cocaína.

A descrição da peça explicou a relação com a cocaína : "Todos sabemos como a neve funciona. É branco, pulverulento e a melhor neve vem diretamente da América do Sul".

Leia também: Maior coleção de uísques do mundo pode alcançar R$ 43,5 milhões em leilão

Outros produtos removidos do site do Walmart  mostravam o símbolo natalino em situações comprometedoras, como em outro suéter em que o Papai Noel era apresentado sem as calças em uma privada, fazendo massagem e assando as “castanhas” em frente a uma lareira.