Tamanho do texto

Presidente disse em entrevista que o País está recuperando a confiança do investidor; Bolsonaro também reiterou apoio ao ministro da Economia

Paulo Guedes e Bolsonaro arrow-options
Isac Nóbrega/PR - 22.5.19
Desde a campanha eleitoral Bolsonaro afirma que confia integralmente as decisões econômicas a Paulo Guedes

O presidente Jair Bolsonaro reiterou seu apoio ao ministro Paulo Guedes, afirmando que não existe um plano B para a economia. "A economia é 100% com o Guedes". Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo , ele deixa claro que, graças à política adotada, o país está conseguindo reconquistar a confiança do investidor internacional e está caminhando para a recuperação.

Leia também: Pensão por morte do INSS terá mudanças com reforma da Previdência

O presidente afirmou que não interfere na economia, mas que às vezes faz sugestões, transmitindo ao ministro Paulo Guedes "o anseio popular".

Com a redução da economia prevista com a reforma da Previdência , que deve ser de cerca de R$ 800 bilhões em dez anos, o governo tenta agora solucionar a questão sobre a divisão dos recursos do pré-sal. Ao ser indagado se concorda com a proposta de dividir o montante com o Congresso, o presidente disse que essa questão também está com Paulo Guedes.

Ao comentar sobre os resultados positivos na geração de empregos - segundo o Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged), em agosto, foram criadas 121 mil vagas com carteira assinada, melhor resultado para o mês em seis anos -, Bolsonaro elogiou a reforma trabalhista do governo Temer. "Se o Temer não fizesse a reforma trabalhista, estaria numa situação muito pior do que estava antes".

Leia também: Veja aqui quem ainda consegue aposentadoria do INSS pela regra antiga

O presidente voltou a comparar a economia a um transatlântico, ressaltando que não é possível 'dar um cavalo de pau", referindo-se às críticas de que a retomada do crescimento está mais lenta do que o esperado.