Dívida pública ultrapassou R$ 4 trilhões pela primeira vez em agosto, segundo o Tesouro
shutterstock
Dívida pública ultrapassou R$ 4 trilhões pela primeira vez em agosto, segundo o Tesouro

A dívida pública federal cresceu 2,03% em agosto deste ano e superou, pela primeira vez, a marca de R$ 4 trilhões. Os dados, divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Tesouro Nacional, incluem os débitos do governo no Brasil e no exterior.

Leia também: Onde estão as vagas? Veja as cidades que mais geraram emprego em 2019

Em julho, a dívida era de R$ 3,993 trilhões. Com a correção dos juros no mês posterior, o montante chegou a R$ 4,074 trilhões. O crescimento está relacionado ainda com a emissão de títulos públicos acima do volume de resgates.

Você viu?

A dívida pública é emitida pelo Tesouro Nacional para financiar o déficit orçamentário do governo federal, ou seja, para o pagamento de despesas que ficam acima da arrecadação com os impostos e tributos.

O crescimento da dívida está dentro dos planos do governo federal para este ano. Segundo a programação do Tesouro divulgada no começo deste ano, a dívida pública pode chegar a até R$ 4,3 trilhões em 2019. No ano passado, de acordo com os números oficiais, o crescimento total dela foi de 8,9%.

A DPF, dívida pública federal, inclui os débitos no Brasil e no exterior. Internamente, o valor chegou a R$ 3,993 trilhões em agosto, com crescimento de 1,74%, enquanto a dívida externa foi a R$ 160,87 bilhões, após queda de 9,55% em agosto.

Leia também: Brasileiros já pagaram R$ 1,8 trilhão em impostos em 2019

A diferenciação da dívida decorre do câmbio. Quando pagamentos e recebimentos são realizados em real, a dívida é denominada interna, e quando as operações ocorrem em moeda estrangeira (dólar, normalmente), é classificada como dívida externa.

Confira os 3 principais detentores da dívida pública interna

  • Fundos de investimento - R$ 1,062 trilhão, 27,15% do total;
  • Fundos de previdência - R$ 945 bilhões, 24,16% do total; e
  • Instituições financeiras - R$ 897 bilhões, 22,93% do total.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários