Tamanho do texto

Conforme a ANP, cotação média do etanol fecha a semana cotado em R$ 2,818, a maior alta semanal de 0,7%. Saiba mais detalhes


carro abastecendo no posto arrow-options
shutterstock
Apesar das altas nos valores médios dos combustíveis, Petrobras reduziu os preços da gasolina nas refinarias


Conforme a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombusttíveis (ANP), os preços médios dos combustíveis subiram nos postos nesta semana com depois de uma série de reduções na semana anterior.

LEIA MAIS: Inflação acelera e fica em 0,19%, mas tem menor taxa para o mês em 5 anos

No caso do diesel , o combustível mais utilizado no Brasil, a cotação média da semana ficou em R$ 3,525 por litro, o que representa um aumento de 0,03%, segundo aumento seguido após três semanas em queda.

Já a gasolina passou a ficar 0,016% mais cara na semana na comparação com a anterior, cotada em média em R$ 4,326 por litro, interrompendo uma série de 12 semanas de queda nos valores cobrados nos postos.

LEIA MAIS: Dólar volta a subir e é negociado a R$ 3,93 nesta sexta-feira

E o valor médio cobrado pelo etanol hidratado teve alta na semana de 0,7%, passando a ser oferecido, em média, por R$ 2,818 por litro.

Apesar das altas, a Petrobras reduziu os preços da gasolina nas suas refinarias na última sexta-feira (16) em R$ 0,10 por litro e não adotou reajuste no diesel.

LEIA MAIS: Preço do café arábica e robusta amanhece mais caro nesta sexta-feira

Porém, os repasses nos valores dos combustíveis para o consumidor final estão atrelados a uma série de fatores, entre os quais como impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis.