Tamanho do texto

Segundo lugar foi alcançado pelo CEO do conglomerado de marcas de luxo LVMHF, o francês Bernard Arnault, com patrimônio de US$ 108 bilhões

IstoÉ Dinheiro

Bill Gates caiu para a terceira posição na lista dos homens mais ricos do mundo , segundo o ranking da Bloomberg Billionaires. Agora, o CEO do conglomerado de marcas de luxo LVMHF, o francês Bernard Arnault, ocupa a vice-liderança da seleta lista, com patrimônio de US$ 108 bilhões, apenas um bilhão a mais do que o fundador da Microsoft.

Leia também: Os 8 bilionários que têm juntos mais dinheiro que a metade mais pobre do mundo

Bill Gates arrow-options
Wikimedia Commons/Kuhlmann MSC
Bill Gates fica em terceiro lugar na lista de homens mais ricos do mundo da Bloomberg

Esta é a primeira vez desde a criação do índex, há sete anos, que Bill Gates deixa um dos dois postos mais altos. O CEO e fundador da Amazon , Jeff Bezos, continua no topo da lista das maiores fortunas, com um acumulado de US$ 125 bilhões.

Arnault comanda um império de bebidas, grifes e hotéis com alguma das mais icônicas marcas de luxo do mundo, como Louis Vitton, Moët & Chandon, Sephora e Givenchy. Segundo a Bloomberg, no último ano ele acrescentou US$ 39 bilhões em sua conta, superando Gates na lista dos maiores bilionários.

Leia também: Homem mais rico da China defende que trabalhar 12 horas por dia é "uma benção"

A Bloomberg ainda destacou que o criador do Windows se manteria o posto de homem mais rico do mundo caso não dedicasse parte da sua fortuna para ações sociais. Até este ano, a Fundação Bill e Melinda Gates já destinou mais de US$ 35 bilhões para projetos filantrópicos. Arnault também foi destaque no início do ano por uma ação de solidariedade: o francês prometeu doar US$ 224 milhões para a reconstrução da catedral de Notre Dame, em Paris.