Tamanho do texto

Redução, que deve ser anunciada no próximo dia 22, seria motivada pela recente queda nas expectativas para o crescimento da economia neste ano

waldery rodrigues junior
Marcos Oliveira/Agência Senado
No dia 22 deste mês, darei uma coletiva anunciando qual vai ser a reavaliação de despesas", disse Waldery Rodrigues Júnior

Após bloquear R$ 29,8 bilhões do Orçamento, o governo federal deve anunciar um novo contingenciamento já no fim deste mês, informou nesta quinta-feira (9) o secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior. Segundo Rodrigues Júnior, a redução nas previsões para o crescimento da economia este ano vai impor, "provavelmente", a necessidade de um novo bloqueio.

"Fizemos recentemente um contingenciamento de R$ 29,8 bilhões em função dos dados recentes, de reestimativas para o crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] . Isso tem impacto sobre as receitas primárias e vai nos levar, com grande probabilidade, a um novo contingenciamento. No dia 22 deste mês, estarei dando uma coletiva anunciando qual vai ser a reavaliação de despesas e receitas", disse o secretário.

Na última segunda-feira (6), analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) reduziram, pela nona semana consecutiva, as projeções de crescimento para o PIB do Brasil em 2019, que chegou a 1,49%.  Na semana passada, a estimativa era de que o PIB crescesse 1,7% .

Rodrigues Júnior ainda observou que déficit primário estimado para o ano que vem é de R$ 124 bilhões e que há previsão de déficit pelo menos até 2022.

O Ministério da Economia anunciou em 22 de abril um  contingenciamento de R$ 29,792 bilhões nas despesas discricionárias (não obrigatórias) previstas no Orçamento deste ano. A medida foi adotada após análise do Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas do primeiro bimestre.